Conheça 5 versões do Venom nas HQs

O filme do Venom fez sucesso, mas o crossover esperado entre Venom e Homem Aranha ainda não está oficializado. O que é uma pena, porquê seria muito bom que isso acontecesse. Veja aqui 5 versões do venoso nos quadrinhos.


Eddie Brock foi o segundo hospedeiro, depois de Peter Parker, (1988), graças a David Michelinie e Todd McFarlane. Brock e o simbionte mantinham um rancor contra Peter pela rejeição e Eddie por sua crença de que tinha perdido sua reputação como jornalista. Por meio de seu ódio compartilhado, nasce Venom.



Durante anos, os dois atormentaram o Homem Aranha. Em 2008, o vínculo entre eles foi cortado. Neste ponto, Brock acabou ficando com um simbionte diferente e se tornou o anti-herói conhecido como Anti-Venom. Quando esse morreu, Brock ligou-se com outro chamado Toxin, mais uma vez assumindo o manto de um anti-herói violento. Como Toxin, Brock foi recentemente visto caçando o mais perigoso simbionte / híbrido humano de todos, Carnage.







Em 2016, Venom contou com um anfitrião totalmente novo: Mac Gargan.  Consegue o simbionte em um leilão feito por Eddie Brock pouco antes de sua suposta morte por câncer devido ao longo tempo como Venom.





Quanto ao simbionte Venom, após a sua separação de Eddie Brock, foi reprogramado e ligado com  Flash Thompson. O resultado foi a encarnação do personagem Venom, que começou com Flash em controle quase total sobre suas habilidades, e acabou como uma relação harmoniosa entre o par. O universo das origens  do simbiontes é grande. Para vocês terem ideia Flash juntou-se aos Guardiões da Galáxia e assumiu o manto do Cavaleiro Espacial.





Outra versão de Venom é com um ex-Ranger do exército. Agora já evoluído o simbionte só queria fazer o bem, mas se viu forçado a vontade de Price e foi forçado a realizar atos terríveis contra seus desejos.