Entrevista com Fabiano Gama

Nerdakios: Vamos entrevistar o Fabiano Gama que foi idealizador e co-produziu, junto com Radamés Araujo, uma animação sobre o personagem Ozob, criado pelo pessoal do Jovem Nerd e essa animação bombou na internet. Fabiano é ilustrador e animador 3d profissional a mais de 20 anos de experiência. Link para o Canal do Fabiano Gama, aqui.


Assine nosso canal!


Entrevista em vídeo:








Fabiano Gama: é, se juntar o tempo de ilustrador e animador dá uns 20 anos mesmo, mas com animação 3D especificamente eu tenho trabalhado mesmo nos últimos 10 anos. Antes disso eu flertava com a animação, fazia umas coisinhas aqui e ali, até que eu resolvi entrar de cabeça na animação 3D.

Nerdakios: Como foi que você teve a ideia de fazer a animação?


Fabiano Gama: Fiquei com vontade de fazer essa animação já no dia em que eu vi o episódio do Jovem Nerd, mas preferi esperar até me sentir mais à vontade com as minhas habilidades.
Tem também o fato de que eu não sabia e continuo sem saber como modelar, riigar, renderizar então pra eu fazer uma animação dessa eu precisaria, alem de melhorar minhas habilidades, ter alguém que me ajudasse no resto.
Cheguei a pensar em fazer animação 2D, mas eu nunca cheguei a ficar bom na animação 2D. Comecei em 2D, mas antes de eu chegar em um nível legal já pulei pro 3D e me desenvolvi lá. Eu não queria gastar uma ideia legal dessa com uma animação ruim. Preferi esperar.
O tempo passou e quando fui trabalhar na O2 Filmes, fazer o filme do Malasartes e eu conheci o Radamés, que tinha ideias parecidas sobre projetos de animação autorais ou semi-autorais, digamos assim.
Na hora de colocar projetos na mesa, eu coloquei uns, ele colocou outros, foi aí que eu resolvi resgatar esse. Senti que eu já tava em um nível bom o suficiente pra tentar e a parceria com ele preenchia o outro requisito.

Nerdakios: Como foi o processo de producao?

Fabiano Gama: A primeira coisa que eu fiz quando o Radamés aceitou entrar nessa empreitada comigo foi separar o audio, já que eu sabia exatamente o trecho que eu queria fazer.
Depois fiz um rascunho de como seria o layout da cena, como as coisas estariam dispostas na tela, tudo de acordo com a imagem que já tava na minha cabeça desde o primeiro dia.
Discuti as ideias com o Radamés, a ideia de fazer como se fosse câmera na mão, sendo na verdade uma representação de como seria aquela cena vista em primeira pessoa de algum dos interlocutores dele ali.
Ouvi o Nerdcast anotando todos os detalhes que eram descritos ali pelo Jovem Nerd, até o que exatamente estava escrito no dirigível quando ele passava.
Procurei coisas no Pinterest sobre cyberpunk, a estética, a iluminação, o clima, a névoa no fundo, as cores das luzes que literalmente iluminam os personagens, etc…
Foi nessa época que eu li o livro do Ozob tbm, o que contribuiu, inclusive tem Easter Egg que UMA pessoa encontrou e comentou no vídeo do Youtube… com todo esse material em mãos, eu e o Radamés dividimos nosso trabalho. enquanto ele preparava o modelo e o rig do personagem, alem do cenário e tudo, eu comecei a trabalhar na atuação dele.
Como ele só tá falando e gesticulando, filmar a mim mesmo é algo que foi suficiente. Se fosse uma cena de luta, de acrobacia ou qualquer coisa assim, teriam outras técnicas de planejamento que eu ainda quero mostrar pra galera curiosa como funciona, mas pra isso me filmar era suficiente.
Só quer demora. demorou muito filmar tudo, porque pra cada trecho eu filmei muitas opções. O vídeo ™ 50 segundos, mais ou menos, mas eu devo ter filmado horas de material pra escolher as melhores partes. Vários finais de semana filmando e editando.
Nisso o personagem ficou pronto. Sem cenário ainda, primeiro foi o personagem. E até ele ficar pronto o Radames ia me mostrando, eu ia dando meus palpites, ele ia dando as ideias dele também, e facilitava porque a gente continuava trabalhando juntos, apesar de que nesse tempo já fosse em uma outra empresa.
Com o personagem pronto, eu coloquei ele dentro da cena, fiz uns blocos bem toscos só pra servir de layout, uma espécie de rascunho 3D. Só pra demonstrar como as coisas estariam dispostas e esse é basicamente o limite das minhas habilidades de modelador. Pelo menos por enquanto. Quem sabe um dia eu aprenda….

Nerdakios: Você usou captura de movimento pra fazer a animação?


Fabiano Gama: Mas basicamente, muita gente acha que eu usei alguma tecnologia de captura de movimento, até me perguntam como faz isso sem macacão, mas não, não usei captura de envolvimento, foi tudo na unha mesmo. Usei minha filmagem como base pra criar as poses na mão, manipulando manualmente os controladores de cada parte do corpo do personagem.
Pra isso funcionar primeiro a gente faz um primeiro passo só com as poses principais, pra ver se de uma forma geral tá funcionando, a gente já faz as alterações gerais, decide se exagera aqui, ali, se deixa esse ou aquele trecho mais contido e tal, e depois vai refinando.
Cada detalhe é importante. A forma como ele vai falar cada palavra, a forma como ele vai fazer uma micro-expressão com a sobrancelha, a forma como cada granada pendurada na roupa dele se mexe, tudo isso precisa ser feito manualmente.
Tudo manipulado através desses controladores.

Nerdakios: Como foi a repercucassão com o público e com o Jovem Nerd?


Fabiano Gama: Foi muito melhor que eu imaginava. Eu achei que o pessoal ia gostar, que ia ser algo que eles poderiam talvez passar na parte de arte dos fãs, tinha até a possibilidade de ninguém nem ligar. E eu sempre falava pro Radames, cara, mesmo que ninguém ligar pra isso, vai ter valido a pena, porque é portfolio. Pelo menos pra nossas demos isso ficaria legal.
Mas cara, esse negócio explodiu de um jeito que eu nem imaginava. Eles mesmos curtiram, mencionaram na leitura de emails, que tava sendo feita em live, divulgaram no Instagram, no twitter, muita gente veio falar comigo,
Tem gente até hoje falando que começou a fazer animação porque se inspirou naquele trabalho. Isso foi muito além do que eu imaginava, mas olhando pra trás faz algum sentido.
Vemos essas coisas sendo feitas pelos estúdios grandes e imagina que é algo incansável, mas quando vê que uma dupla de caras normais, aqui no brasil, consegue fazer, isso muda a perspectiva.
E eu te digo.. tem MUITA gente boa trabalhando na área aqui no Brasil. Eu sou só um entre muitos. Por algum motivo nosso trabalho é escondido. Talvez a gente mesmo não tem noção do quanto nosso trabalho poderia ter mais destaque e ser mais valorizado. Por isso, quem me segue sabe que eu sempre to divulgando trabalhos de colegas e amigos pq acredito que vai ser melhor para todo mundo se toda a categoria ganhar visibilidade.

Nerdakios: Você pretende fazer mais animações com o Ozob? E os outros personagens?


Fabiano Gama: Primeiro tudo o que eu queria era fazer essa animação. Era minha aspiração artística. Agora que essa animação foi feita, com o personagem pronto, sempre dá vontade de fazer mais coisas.
Tem uns 3 pedaços do Nerdcast de RPG que eu já separei o audio e já pensei em como fazer. Um deles já dá pra fazer com o que tem pronto. O personagem e o cenário pronto, é só animar e pedir pro Radamés renderizar quando tiver tempo.
Mas tem um que dá bem mais trabalho, mas seria tão legal se desse pra fazer. Na minha cabeça tá muito clara a cena quando ficar pronta, até me arrepia imaginar. Mas aí preciso ver se vai ter gente pra me ajudar, pois é bem complicado.
Tem essa animação de 7 segundos que eu fiz só pq achei genial a ideia do Azaghal de fazer referência ao Seu Madruga. E não foi só por isso que eu fiz. Eu fiz pra criar conteúdo. Gravar o processo todo pra depois mostrar e usar como tutorial, como demonstração a título de curiosidade, etc..
Quanto a outros personagens, tenho alguns projetos que eu to tentando tocar há um bom tempo, teasers de outros conteúdos, de outras pessoas, coisas que a galera conhece, mas que eu não posso falar ainda pois não sei se os donos desses personagens querem que o público saiba nesse momento, mas tem sim.

Nerdakios: Quais dicas daria para quem quer iniciar no mundo das animações?


Fabiano Gama: Entenda o processo: o processo de animação é muito complexo, você pode querer ser animador, pode querer ser modelador, artista conceitual, roteirista, você precisa conhecer o processo para ter uma ideia de por que porta você quer entrar. Eu vou lançar um video dando uma ideia de como é esse processo no meu canal.
Aprenda a estudar por conta própria: Por mais que você encontra um curso muito bom, nenhum curso do mundo pode te ensinar a ser um bom profissional. Ele só pode te dar as ferramentas pra você usar pra conseguir fazer isso por conta própria na vida, enquanto trabalha, enquanto comete erros, enquanto faz coisas muito ruins e fica louco de vontade de fazer algo melhor da próxima vez. Pra isso você precisa saber que você vai ter que aprender por conta própria e vai ter que descobrir meios de aprender.
Aprenda inglês: essencial aprender inglês, se você já não souber. Material de estudo está praticamente todo em inglês e muito trabalho é globalizado. Eu já trabalhei pra empreas de varios países do mundo e todos se comunicam em inglês.
Não seja um babaca: Esse é um tipo de trabalho muito colaborativo. Se você for um babaca, você vai ser mal visto. Enquanto que se você for uma pessoa legal, ajudar os colegas, criar um ambiente amigável, as pessoas vão querer trabalhar com você, vão querer te ajudar, vão querer emprestar seu senso crítico quando você precisar de ajuda pra saber como melhorar seu trabalho. Não é um bom negócio ser egoísta nesse ramo. Não sei se em algum outro ramo é, mas nesse com certeza não.


Animação do Ozob:



Processo da animação.

Tu é babaca, cara?