Evolução do Batman em seus 81 anos

Updated: May 10

No mês de maio Batman completa 81 anos e com isso um tour pelos principais marcos que impactaram a evolução do personagem passando das HQs, show de tv e filmes.

Muito perto da segunda guerra mundial com um clima sombrio no ar Batman é criado por Bob Kane para combater o crime. Nesta primeira edição não temos muitas informações sobre sua motivação e apenas descobrimos no fim da HQ que Bruce Wayne é o vigilante mascarado que usa um carro vermelho para combater o crime. Mais informações sobre esta HQ neste vídeo.



Finalmente em a número 1 de Batman é lançada e nela um personagem muito importante nasce : o Coringa. Aqui também explica sua motivação e como decide se transformar em Batman. É aqui que a Mulher-Gato também aparece pela primeira vez e o herói começa a criar um escosistema ao seu redor, com vilões e seu fiel ajudante o Robin. Mais informações sobre esta HQ neste vídeo.

Em 1964 o peito do batman fica amarelo. As histórias ficam mais ingenuas e simplistas com o código de conduta de quadrinhos em vigência tornando até mais cômico em alguns momentos.

Com isso nase o seriado de tv do Batman e claro, com muita pegada cômica. Ainda assim, o seriado fez muito sucesso e conseguimos ter a encarnação viva de vários vilões, o que foi uma missão difícil especialmente para o Coringa que faz sua primeira aparição na TV.



Agora com Neal Adams na arte, o logo do uniforme fica mais definido e o Coringa ganha sua crueldade e insanidade introduzindo uma pegada mais sinistra e pesada ao Batman. O uniforme segue como referência para desenhos e brinquedos mas nas HQs o sombrio fica mais evidente. Robin já não está tão presente.



Batman: O Retorno do Cavaleiro das Trevas de Frank Miller é um marco para o herói. Além de mostrar um Batman mais velho com experiência também descontroi tudo que ele acredita em alguns momentos extremados. Além de voltar e lutar contra o crime de forma brutal ele mata o Coringa e luta contra Superman. Essa HQ rompeu diversos paradigmas e é considerada um item clássico do Herói. Particularmente para mim tem um valor inestimável, pois foi minha primeira HQ do Batman que li. Aqui o auge do sombrio.




Finalmente um filme potente e com uma direção de arte de Tim Buton que traz o herói sombrio para as telas do cinema. Aqui sem o Robin, Bruce Wayne enfrenta o crime. O Coringa é finalmente inserido como um vilão bem humorado, como no seriado, mas muito sombrio também, o que conecta de uma certa forma ambos os personagens. Enquanto isso nas HQs neste mesmo ano, Robin morria em Morte em família na HQ em que o público decidiu o destino de Jason Todd, o segundo Robin dos quadrinhos.



Alex Ross nos mostra Batman com um estilo bem humano de como ficaria seus trajes e açoes. O lado humano e expressões são obras de arte aqui. Batman segue o uniforme clássico nesta HQ e entende que precisa enfrentar o crime de diversas formas.



Jim Lee chega com tudo na DC e coloca o personagem com muitos designs interessanges nesta fase. Esta fase é marcada por muitas poses e linguagem de Lee como nunca vistas antes. A HQ Batman Silêncio é uma referência desta fase.



Você deve estar sentido falta dos outros filmes que foram feitos antes deste, mas eu não. Batman Begins aparece como um filme digno de Tim Burton e consegue ir além. Tem uma pegada verossímel mais interessante e conta a jornada de Bruce Wayne em seu treinamento ninja para se transformar em seu maior medo. O lado sombrio está impecável e vai continuar nos outros dois filmes da trilogia Nolan que são o legado mais significativo do herói até o momento em termos cinematográficos.




Batman: Arkham Asylum é um dos mais aclamados games do herói. Criou uma linha única de jogos sucessores. Com um enrredo digno de um filme, o game envolve e também explora toda tecnologia do personagem.



A saga Flashpoint acontece porque Flash resolve voltar no tempo para salvar sua mãe e acaba mudando toda a linha temporal da DC Comics. Com isso Bruce Wayne acaba sendo baleado e seu pai Thomas Wayne assume o manto do Batman, mas se torna um assassino de bandidos. Sua esposa também se transforma em alguém importante e impactante.



Jim Lee voltando a modificar o design de Batman, desta vez na fase dos novos 52. Aqui os acontecimentos são um reboot depois do Flashpoint. Nesta fase a Corte das Corujas é introduzida ao arsenal de vilões e nesta fase Batman está mais ousado se expondo mais aos riscos mostrando uma certa tendência mais propensa ao risco.



Desta vez Jim Lee assume a cadeira de Diretor criativo de DC e em uma estratégia de reboot, resolvem criar o DC Rebirth. Aqui o uniforme ganha uma linha dourada. O herói tem um filho e já possue um ecossistema de personagens bem sólido.



Sem muitas informações, sabemos que o filme The Batman, previsto para 2021 pode ter uma pegada estilo Ano Um de Frank Miller. Será a primeira vez que vai explorar um Batman novo e pode ser uma fase interessante para mostrar como ele constroe seu arsenal desde a Batcaverna até o Batmóvel.